soropositivo1-780x400
  evb.org

Vamos falar sobre AIDS?

Apesar de nunca na história da humanidade termos tido tantos meios para receber e disseminar informação, falar sobre AIDS e HIV, ainda hoje, é  um grande tabu para muita gente. Em algumas famílias e grupos sociais,  o assunto chega a ser quase que proibido, por considerarem a doença como uma moléstia da promiscuidade e do pecado. Evidentemente, essa visão retrógrada e deturpada está longe da verdade e apenas é reflexo da desinformação regada a preconceito. O fato é que qualquer pessoa pode sujeitar-se a uma situação de risco e se expor ao vírus HIV, seja ela solteira ou casada, provida de recursos ou miserável, branca ou negra, heterossexual ou homossexual. O vírus da AIDS não faz distinção de cor, gênero, estado civil, condição social, orientação sexual, ou qualquer outra forma de discriminação. Basta ser humano.

Desde sua descoberta na década de 1980, a AIDS alastrou-se rapidamente pelo mundo inteiro. Por ser uma doença desconhecida à época, levou-se certo tempo para que a medicina evoluísse no tratamento e medidas eficazes de controle da doença. Enquanto as formas de tratamento ainda eram incipientes e amadureciam aos poucos à medida em que a AIDS era melhor estudada e compreendida pela ciência, era difícil aos indivíduos que se infectaram pelo HIV manter sua longevidade. De fato, muitos deles pereceram antes mesmo de o tratamento da doença ter se estabelecido. Felizmente, o tratamento atual para os soropositivos e portadores da AIDS tem se mostrado maduro e eficaz, permitindo que esses sujeitos vivam sem grandes complicações, desde que sigam certos cuidados. (mais…)

Leia Mais